Topo
Blog Física na Veia

Blog Física na Veia

Para quem não conseguiu ver a constelação de Escorpião

Prof. Dulcidio Braz Júnior

2001-02-20T19:13:46

01/02/2019 13h46

"Ligando os pontos" para quem não consegue distinguir Escorpião no céu.

 

Nas últimas madrugadas, a Lua Minguante e mais três planetas (Júpiter, Vênus e Saturno) foram vistos no céu quase como se estivessem fazendo pose proposital para uma foto de família.  Avisei sobre esta curiosa conjunção de astros neste post do dia 30 de janeiro no qual, além de publicar astrofotografias destes mesmos astros feitas rapidinho com o celular, deixei simulações do céu para ajudar a quem quisesse fazer as suas próprias observações astronômicas.

Ontem, 31 de janeiro, postei fotos da cena astronômica que capturei com mais qualidade com uma câmera digital e, numa das imagens, perguntei se você leitor do blog conseguia ver a constelação de Escorpião. Para quem não tem prática de observar o céu, não é tão fácil logo de cara ver o escorpião no céu. Será que você conseguiu localizar o curioso asterismo da constelação?

Publico hoje (lá no topo) uma animação no estilo "ligue os pontos" para ajudar aos meus leitores menos experientes em astronomia observacional a olho nu a enxergarem a belíssima constelação de Escorpião. E sugiro que nas próximas madrugadas você tente encontrar e observar esta incrível constelação no céu. É uma experiência divertida e inesquecível!

A Lua Minguante amanhã estará "coladinha" no céu, mais ou menos como na simulação abaixo.

Simulação do céu, horizonte leste, para o dia 2/fevereiro/2019, 5h30min.

 

Mas devo alertar que, diferentemente do que vemos na imagem simulada acima onde  a aparência da Lua está "estourada" e, portanto, como uma bolinha, a Lua será vista no céu na próxima madrugada apenas como uma "casquinha" fininha já que estará no final da fase Minguante.

Nos próximos dias teremos Lua Nova, fase em que o nosso satélite, retroiluminado pelo Sol, mostra para a Terra a sua face não iluminada e, portanto, não pode ser visto. Mas os planetas Júpiter, Vênus e Saturno ainda estarão por ali por mais uns dias e poderão ser observados nas próximas madrugadas, sempre em posições ligeiramente diferentes porque, como bem sabemos, todos os planetas do Sistema Solar estão se movendo ao redor do Sol e contra o fundo fixo de estrelas.

Finalizo meu texto mostrando uma outra animação com três imagens que fiz da conjunção Lua/Vênus/Júpiter na madrugada de hoje, 01/fevereiro/2019.

Júpiter (acima), Vênus (no meio) e a Lua Minguante (abaixo) ascendendo no horizonte leste em São João da Boa Vista, SP, hoje por volta das 4h36min.

 

Bons céus! Boas observações!

 

Abraço do prof. Dulcidio. E Física e Astronomia na veia!


Já publicado no Física na Veia!

 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Dulcidio Braz Jr é físico pelo IFGW/Unicamp onde atuou como estudante e pesquisador no DEQ – Departamento de Eletrônica Quântica no final dos anos 80. Mas foi só começar a lecionar física para perceber que seu caminho era o da educação. Atualmente, além de professor, é autor de material didático pelo Sistema Anglo de Ensino / Somos Educação e pela Editora Companhia da Escola. É pioneiro no Brasil no ensino de Relatividade, Quântica e Cosmologia para jovens estudantes do final do ensino médio e início do curso superior. E faz questão de dizer que, aqui no blog, é professor/aluno em tempo integral pois, enquanto ensina, também aprende.

Sobre o blog

"O Física na Veia! nasceu em 2004 para provar que a física não é um “bicho papão”. Muita gente adora física. Só que ainda não sabe disso porque trocou o conteúdo pelo medo. Se começar a entender, vai gostar. E concordar: a Física é pop! Pelo seu trabalho de divulgação científica, especialmente em física e astronomia, sempre tentando deixar assuntos árduos mais leves sem jamais perder o rigor conceitual, o Física na Veia! foi eleito por um júri internacional como o melhor weblog do mundo em língua portuguesa 2009/2010 pelo The BOBs – The Best of Blogs da alemã Deutsche Welle."