Física na Veia!

Arquivo : olimpíada

A 20ª edição da OBA aconteceu ontem
Comentários Comente

Prof. Dulcidio Braz Júnior

Enquanto meus alunos do Anglo São João faziam a prova, aproveitei para estudar Astronomia

 

Aconteceu ontem, sexta-feira, 19 de maio, em toda o território nacional, a vigésima edição da OBA – Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica, evento voltado a estudantes brasileiros dos ensinos fundamental e médio e coordenado por uma comissão especial formada por membros da SAB – Sociedade Astronômica Brasileira e da AEB – Agência Espacial Brasileira. .

Em 20 anos de existência, a OBA já superou os 8 milhões de participantes e distribui anualmente cerca de 40 mil medalhas. Em 2016, a olimpíada teve a participação de 744.107 estudantes de 7.915 escolas de todos os estados do Brasil e do Distrito Federal, além da colaboração de 64 mil professores.  Para vigésima edição a organização da olimpíada espera quebrar a barreira dos 800.000 estudantes participantes.

Além de ter crescido, a OBA se multiplicou. Dentro da olimpíada foi criada a MOBFOG – Mostra Brasileira de Foguetes que tem cerca de 90 mil participantes por ano lançando seus foguetes aos céus do Brasil. Mas não é só isso. Também nasceram as Jornadas Espaciais, as Jornadas de Foguetes, os Acampamentos Espaciais e os EREA – Encontros Regionais de Ensino de Astronomia. Este último já capacitou mais de 6.200 professores passando por diversas cidades do país, até mesmo na longínqua Oiapoque, no extremo norte do Amapá. Quem desejar organizar um EREA em sua região, basta entrar em contato com a secretaria da olimpíada pelo e-mail oba.secretaria@gmail.com. O programa é realizado através de parcerias locais e principalmente com recursos obtidos junto ao CNPq – Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

Meus alunos do Anglo São João (São João da Boa Vista, interior de São Paulo) e do CEI (Poços de Caldas, interior de Minas Gerais) participaram da olimpíada. Em São João, onde moro, eu mesmo apliquei a prova. E, aproveitando as preciosas quatro horas de prova, fiquei estudando… Astronomia!

Vale lembrar ainda que a OBA seleciona os melhores estudantes do Brasil para um curso intensivo à distância. Ao longo desse curso, novas provas seletivas são feitas até encontrar os melhores estudantes brasileiros na área que vão compor a equipe que defenderá o país nas olimpíadas internacionais de Astronomia.

Parabéns aos organizadores da OBA! Dentre outras coisas, pela persistência no projeto que, apesar das muitas dificuldades, especialmente pelo atual corte de verbas, conseguiu crescer e sobrevive há duas décadas!

Por falar em verba, a vaquinha para ajudar a MOBFOG, divulgada no post anterior, continua aberta e aguardando contribuições.


Para saber mais


Gabaritos da OBA 2017 já estão disponíveis

  • Na sessão Provas e gabaritos, no site oficial do evento, você já encontra as provas do ensino fundamental e do ensino médio resolvidas e comentadas.

Já publicado no Física na Veia!



Mais uma edição da OBA
Comentários Comente

Prof. Dulcidio Braz Júnior

Alunos do ensino fundamental do Anglo São João, São João da Boa Vista, SP, na OBA 2016.

Alunos do ensino fundamental do Anglo São João, São João da Boa Vista, SP, na OBA 2016.

 

Você sabe o que é OBA? OBA é a Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica, evento oficial da SAB – Sociedade Astronômica Brasileira e da AEB – Agência Espacial Brasileira.

Aconteceu ontem, dia 13 de maio, sexta-feira, em todo o território nacional, a XIX edição dessa importante olimpíada estudantil destinada a alunos de escolas públicas e privadas do ensino fundamental até o médio. Para ser compatível com estudantes de idades tão diferentes, são quatro níveis de provas:

– Nível 1: primeira à terceira série do ensino fundamental
– Nível 2: quarta e quinta série do ensino fundamental
– Nível 3: sexta à nona série do ensino fundamental
– Nível 4: primeira à terceira série ensino médio

Tive o prazer de aplicar pessoalmente a prova para meus alunos do Anglo São João, em São João da Boa Vista, interior de São Paulo.

Agora é hora de arregaçar as mangas e corrigir as avaliações com atenção e seguindo o gabarito oficial do evento.  Depois temos que lançar as notas no site. E enviar as provas físicas para serem arquivadas junto à comissão organizadora do evento que fica no Instituto de Física da  UERJ – Universidade Estadual do Rio de Janeiro sob coordenação do prof. Dr. João Batista Canalle. Depois que todas as notas de todos os estudantes do Brasil forem oficializadas no sistema, serão definidas as medalhas de ouro, prata e bronze por faixas de rendimento na prova.

Fico na torcida pelos sucesso dos meus alunos e também pelo sucesso de inúmeros talentos da Astronomia e da Astronáutica espalhados por todo o nosso país. Vale lembrar que os melhores alunos da OBA 2016 serão selecionados para um curso de aprofundamento à distância organizado por astrônomos profissionais da SAB e que, depois de várias provas via internet, serão selecionados para a prova final presencial que vai constituir as equipes de estudantes brasileiros do ensino médio que defenderão o nosso país nas olimpíadas internacionais de Astronomia 2017.

OBA2016_EM

Alunos do ensino médio do Anglo São João, São João da Boa Vista, SP, fazendo a prova da OBA.


Paralelamente à OBA aconteceu também a X MOBFOG – Mostra Brasileira de Foguetes na qual alunos devem construir e lançar foguetes artesanais. Saiba mais sobre a MOBFOG no próprio site da OBA.

Parabéns a todos os alunos que fizeram a prova e construíram e lançaram seus foguetes! Todos já ganharam o mais importante: o conhecimento. Se vierem medalhas, melhor ainda!

Congratulações especiais aos organizadores do evento que bravamente chegou à sua décima nona edição. Toda iniciativa que tem por objeto contribuir para a melhora na qualidade da educação científica de base no Brasil merece incentivo e muito respeito!


Para saber mais

  • Visite o site oficial da OBA. Lá você vai encontrar muita informação além de vasto material didático gratuito e as provas de todas as edições da olimpíada resolvidas e gabaritadas, já incluindo a prova de ontem.
  • Simulados on line da OBA com um banco de questões que já foram cobradas em provas anteriores. No site da olimpíada você também encontra link para baixar o aplicativo simulado da OBA caso queira usar o seu smartphone como plataforma.

Já publicado no Física na Veia!


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>