Física na Veia!

Dica: como ver a ISS passando sobre a sua cidade

Prof. Dulcidio Braz Júnior

ISS

A belíssima Estação Espacial. Crédito: NASA.

 

Acabei de ver uma belíssima passagem da ISS, a Estação Espacial Internacional, que começou às 18h58min e durou cerca de 6 minutos. A ISS estava bem brilhante, se destacando contra o fundo quase escuro do céu ao cair da tarde.

Você não sabia que dá para ver a ISS passando sobre a sua cidade? Sim! A olho nu! E é bem fácil de ver! Ela aparece como um ponto bem brilhante, como se fosse uma estrela, se movendo bem rápido já que a sua velocidade real é de aproximadamente 27000 km/h (veja, na fanpage do Física na Veia! no Facebook, foto  mostrando uma passagem da ISS sobre São Carlos, interior de São Paulo. O registro foi feito pelo meu amigo Gustavo Rojas, astrofísico da UFSCar).

O ''truque'' começa por descobrir com antecedência dia/hora em que ocorrerá uma passagem da ISS sobre a sua cidade. Existem softwares para computador, tablet e smartphone que calculam as passagens da ISS (bem como de outros satélites) na sua região.

Tenho usado um serviço gratuito da NASA, muito simples e bastante eficiente, o Spot The Station, mostrado na imagem a seguir.

ISS_NASA_STS

Página inicial do Spot The Station, da NASA

Assim que você acessa o site, pode escolher o seu país e a sua cidade. Se não encontrar a sua cidade na lista, escolha a mais próxima. No meu caso (veja na imagem acima) escolhi Campinas, a 120 km daqui de São João da Boa Vista, interior de São Paulo. Em seguida, basta clicar no botão azul ''GO'' e o sistema calcula, em tempo real, as passagens com base na data do sistema operacional do seu computador. Veja, a seguir, as passagens da ISS para a data de hoje para a minha região.

ISS_NASA_STS_tabela

Tabela gerada pelo Spot The Station da NASA

Note que o sistema retorna uma ''família'' de passagens da ISS em torno da data da consulta (no meu caso, 27 de fevereiro). A passagem que acabei de ver corresponde à quarta linha da tabela, que teve início às 6:59 PM (18h59min, horário de Brasília), com duração de cerca de 6 min e altura máxima de 34 graus. O sistema avisa, em coordenadas geográficas (N, S, E, W) e altitude (em graus) o ponto aproximado onde a ISS vai aparecer (Appears) bem como o ponto onde ela vai desaparecer (Disappears). E fornece ainda a altitude máxima da trajetória aparente (Max Height) também em graus. Quanto mais alta a ISS passar no céu, melhor para avistá-la (lembre-se de que observações de objetos próximos ao horizonte são sempre mais complicadas por conta das poluições atmosférica e luminosa). Tudo isso é bastante útil para sabermos para onde dirigir o olhar para começar a avistar a passagem bem como entender como será a trajetória aparente da ISS no céu, como ilustrado na imagem a seguir retirada do próprio site do Spot The Station.

ISS_astro_horizon

Esquema para entender a trajetória aparente da ISS no céu

Mas o mais legal do Spot The Station é clicar no botão azul ''Sign Up for Alerts now!'' que aparece no topo da tabela. Ele dá acesso a um sistema de cadastramento. Você fornece o seu endereço de e-mail e, toda vez que a ISS for passar na sua região, o sistema envia mensagem de alerta com antecedência suficiente para que você possa se organizar para fazer a observação.

O e-mail é bastante direto e contém apenas informações sobre a passagem da ISS. Quer um exemplo? Veja, abaixo, o conteúdo da mensagem que recebi avisando sobre a passagem da ISS de hoje:

Time: Sat Feb 27 6:58 PM, Visible: 6 min, Max Height: 42°, Appears: 10° above NNW, Disappears: 11° above SE

São, basicamente, as mesmas informações da tabela. Dia/hora do início da passagem, altura máxima (em graus) da trajetória e ponto inicial e final da trajetória.

Para não ter erro, gosto de simular cada passagem da ISS usando o software Stellarium, planetário desktop (freeware e opensource) para Windows e outras plataformas, inclusive sistemas operacionais móveis. Assim, dá para saber a trajetória exata da ISS e garantir um bom local para observar a passagem em toda a sua plenitude. Confira abaixo simulação para a passagem de hoje. O arco branco mostra o caminho da ISS no céu. Por sorte, hoje, a ISS passou bem diante das janelas do meu apartamento voltadas para o leste. Vi tudo praticamente de camarote!

ISS_27fev2016

Simulação (com o software Stellarium) da passagem da ISS hoje sobre a minha cidade

Com o aplicativo ISS Finder, para iOS, além de acompanhar a trajetória da ISS em torno da Terra em tempo real e prever passagens pela sua cidade/região, dá para saber qual é a tripulação atual da ISS, ou seja, que astronautas estão a bordo da nave. É muito louco, quando vemos o pontinho luminoso cruzando o céu sobre nossas cabeças, imaginar que dentro dele, a cerca de 400 km de altitude, estão alguns astronautas em plena missão espacial!

ISS_Crew

Tela do aplicativo ISS Finder rodando no iPad mostra os seis atuais tripulantes da ISS

O ISS Spotter, para iOS, também é um bom ''tracker'' da ISS. Estou testando-o.

Outra coisa divertida a se fazer é ver a Terra registrada em tempo real e em HD diretamente da ISS. Enquanto aguarda a passagem da ISS, você pode ficar vendo as imagens da Terra. É como se você estivesse de carona com os astronautas, a bordo da ISS, vendo a sua região lá de cima. Pelo site  www.n2yo.com/space-station você pode acompanhar a ISS em suas sucessivas órbitas ao redor da Terra e, em tempo real, ver imagens da Terra vista do espaço. Confira abaixo um ''print'' das telas do sistema, incluindo imagens em vídeo.

ISS_n2yo

Página do n2yo.com

 

Enquanto escrevia esse post, a ISS está dando uma volta completa ao redor da Terra, viajando cerca de 40000 km (circunferência da Terra) à taxa de 27000 km/h, o que dá aproximadamente (40000 km)/(27000 km/h) = 1,5 h. Logo, fará nova passagem sobre a minha região, desta vez bem curtinha (cerca de 1 min) e bem baixa (em torno de 11 graus), daqui uns 10 minutos. Trajetória tão baixa, próxima do horizonte, é bem difícil de observar. Mas não custa nada tentar! Na próxima madrugada (veja tabela lá em cima) terei outra passagem da ISS, dessa vez bem mais alta no céu, e com duração de 4 min.

Fica a dica. Tente seguir a ISS, ver imagens da Terra vista do espaço em tempo real, e principalmente descobrir passagens sobre a sua cidade/região. É muito divertido!

Se você tem tablet ou smartphone que roda Windows Phone ou Android, procure por aplicativos na loja oficial do sistema operacional. Busque por ''ISS'' ou ''satellite tracking''. Certamente você encontrará boas opções. Experimente e veja aquela com a qual se dá melhor.  Mas o Spot The Station mais o www.n2yo.com/space-station  dão conta do recado com folga e garantem bons momentos de diversão.

Boas observações!

 


 

Já publicado no Física na veia!

(*) Post publicado na plataforma antiga do blog