Física na Veia!

A noite dos três cruzeiros

Prof. Dulcidio Braz Júnior

Conjuncao_LVJR_18jul2015_sim

Simulação do céu mostrando os ''três cruzeiros'': 1- Cruzeiro do Sul (real), 2- Falso Cruzeiro, 3-Cruz
formada pela conjunção da Lua com os planetas Vênus e Júpiter mais a estrela Regulus da constelação
de Leão.

 

Se você olhou para o céu hoje, logo ao entardecer, deve ter notado uma cena parecida com essa aí de cima simulada em computador (''O'', em vermelho, marca o ponto cardeal Oeste).

Além do Cruzeiro do Sul, constelação típica do céu do hemisférico sul e do falso cruzeiro (que não é uma constelação mas apenas um asterismo que fica perto do Cruzeiro do Sul e lembra o próprio), havia um outro ''cruzeiro''. É que a Lua crescente (só uma ''casquinha'') mais os planetas Vênus e Júpiter e a estrela Regulus (da Constelação de Leão) estiveram em conjunção e por isso foram vistos próximos no céu formando um ''terceiro cruzeiro'' temporário, observável apenas hoje!

Foi lindo! Fui ver. E fiz alguns registros fotográficos que compartilho logo abaixo com você caríssimo(a) leitor(a) do Física na Veia! Se quiser abrir uma versão em maior resolução, clique sobre a foto.

Começo mostrando uma foto com bastante zoom, enquadrando os quatro astros.

Conjuncao_LVJR_18jul2015_00a

Os quatros astros com bastante zoom: 1-Lua, 2-Vênus, 3-Regulus e 4-Júpiter.

 

Nessa segunda imagem dá para perceber o céu ainda um pouco claro. Mas os astros bastante brilhantes já se destacam formando o ''terceiro cruzeiro''.

Conjuncao_LVJR_18jul2015_01a

O céu ainda estava claro. Mas já dava para ver bem o ''terceiro cruzeiro''.

 

O ''terceiro cruzeiro'' acima, à direita, na próxima imagem, enfeita o céu da minha querida São João da Boa Vista, interior de São Paulo, ao fundo, sob crepúsculo.

Conjuncao_LVJR_18jul2015_02a

São João da Boa Vista, conhecida como a ''Cidade dos Crepúsculos Maravilhosos'', fazendo jus ao
nome e enfeitada pelo ''terceiro cruzeiro''.

 

E finalmente um panorama mostrando as luzes da cidade ao fundo, com o céu já quase que totalmente escuro, e o ''terceiro cruzeiro'' bem baixo no céu.

Conjuncao_LVJR_18jul2015_03a

Panorama mostrando a mesma cena da imagem anterior, mas agora com o céu praticamente escuro.

 

Destaco ainda mais uma imagem curiosa. Enquadrei a Lua e Vênus com bastante zoom. E usei longa exposição para ver a luz cinérea da Lua.

Não sabe o que é isso? Note que, embora a Lua esteja sendo iluminada pelo Sol por baixo e por isso mesmo seja vista a olho nu apenas como uma ''casquinha'', com a maior captura de luz fruto da longa exposição percebemos claramente o relevo superficial na porção da Lua que não recebe luz direta do Sol.

Por que isso acontece? Essa porção da Lua não deveria ser totalmente escura? Deveria. Mas a Terra, que também está sendo iluminada pelo Sol e é um corpo opaco, reflete uma porcentagem da luz que recebe do Sol de volta para o espaço. Uma fração dessa luz solar refletida pela Terra acaba atingindo a Lua e iluminando a sua parte escura, ainda que de forma bastante sutil. Assim como temos o luar (luz do Sol refletida pela Lua e que atinge a Terra à noite), temos o oposto, a luz cinérea, luz do Sol refletida pela Terra e que ilumina a região da Lua onde é noite, ou seja, não está chegando luz direta do Sol. Interessante, não?

Conjuncao_LVJR_18jul2015_luz-cinerea_a

Vênus, acima, e Lua Crescente abaixo onde percebemos nitidamente a luz cinérea.

 

Frustração

Conjuncao_LVJR_18jul2015_cometa

Simulação mostrava o cometa C/2014 Q1 Panstarrs logo abaixo do ''terceiro cruzeiro''.

Pela simulação que fiz do céu para hoje, o cometa C/2014 Q1 Panstarrs estaria pouco abaixo do ''terceiro cruzeiro''. Estaria não, esteve! Mas, de luz muito tênue, eu já sabia que não daria para observá-lo a olho nu. E acabei esquecendo de levar meu binóculo!

Mas tinha a esperança de capturá-lo nas fotos de longa exposição. Como ele estava muito baixo no horizonte, ainda competia com a luz do crepúsculo!

Vou analisar todas as imagens que fiz, mais de cem, com cuidado. Quem sabe, sem querer querendo, o bichinho não acabou caindo na minha arapuca de fótons?

Veja linda imagem feita por Yuri Beletsky Nightscapes ontem e que publiquei hoje na fanpage do blog no Facebook (dica do meu amigo Gustavo Rojas, astrofísico da UFSCar). É de babar!

______________________________________________

Gostou? Deixe o seu comentário. E divulgue o post nas redes sociais para seus amigos.

Fique sempre ligado na fanpage do blog no Facebook com novidades diárias de Física e Astronomia.


Agradeço ao amigo Marco Aurélio que nos hangouts do Astronomia ao Vivo dessa semana deu a dica sobre esse curioso fenômeno! E aproveito para ratificar: se você gosta de Astronomia e não conhece os hangouts desse grupo, está perdendo uma grande oportunidade. Se liga! Tem programa todas as terças à noite e especiais quando existem eventos importantes. Nessa semana, por exemplo, houve vários especiais sobre Plutão e a sonda New Horizons.

Mosaico com os ''três cruzeiros''

[atualização 21/julho/2015 ~ 16h26min]

 

Como prometido, fiz uma foto panorâmica, do horizonte sul até o horizonte oeste, mostrando a cena completa com os três cruzeiros: Cruzeiro do Sul (verde), falso cruzeiro (vermelho) e cruzeiro temporário (amarelo) formado pela Lua, pelos planetas Vênus e Júpiter e pela estrela Regulus. É a mesma cena lá no topo do post. Só que agora com imagens reais. A imagem lá em cima é apenas uma simulação feita no computador.

Clique na imagem abaixo para abrir o mosaico (jpg com 2400 pixels x 1330 pixels ~ 350 kb).

Tres_Cruzeiros_Mosaico_legendado

Cruzeiro do Sul (verde), falso cruzeiro (vermelho) e cruzeiro temporário (amarelo). Clique para abrir versão 2400 pixels x 1330 pixels.

 

Sobre o cometa C/2014 Q1 Panstarrs (veja subtítulo ''Frustração'' logo acima), consegui fotografá-lo logo na noite seguinte (19/julho). Ainda não foi de um local ideal, bastante escuro. Mas, bem no limite da minha câmera e das condições do céu, fiz essa imagem (publicada no meu perfil do Facebook e também na fanpage do blog). Não é nada fantástica. Mas para ver um borrãozinho com cauda, caracterizando o cometa. Nas outras noites o céu esteve nublado. Ainda quero tentar registros fotográficos melhores se der céu limpo nos próximos dias.

Publiquei, na fanpage do blog no Facebook, algumas imagens do cometa feitas com equipamentos profissionais. O ''borrãozinho'', visto em melhores condições, é lindo! Dá para ver as duas caudas: a de íons e a de poeira. Vale a pena. Aproveite! E, depois de ver as imagens, deixa o seu CURTIR. Seguindo a fanpage você vai receber novidades diárias de Física e Astronomia.


Já publicado no Física na Veia!