Física na Veia!

Hoje é dia do Sol parar

Prof. Dulcidio Braz Júnior

Google_solsticio

Doodle do Google hoje, anunciando a chegada do inverno.

 

Se você tiver paciência de observar o nascer do Sol ao longo de um ano inteiro, dia após dia, vai perceber que ele não aponta no horizonte sempre no mesmo lugar. Apesar de muita gente acreditar que o Sol nasce sempre no ponto cardeal leste, isso não é verdade! Somente nas datas conhecidas como equinócios é que isso, de fato, acontece.

Para ilustrar esse fenômeno, simulei no computador o nascer do Sol para alguns dias específicos do ano. A simulação foi feita para a minha cidade (São João da Boa Vista, interior de SP). Usei o software Stellarium, gratuito e opensource.

Veja,  nas imagens abaixo, começando pelo nascer do Sol no dia 20 de março de 2015, equinócio de outono para o hemisfério sul, como o Sol parece ser mover em torno do ponto cardeal leste.

20/março/2015 (equinócio de outono)

Estacoes_20mar2015

Nessa data o Sol nasceu exatamente no ponto cardeal leste.

20/maio/2015

Estacoes_20mai2015

O Sol está nascendo mais para a esquerda do ponto cardeal leste, deslocando-se para o norte.

21/junho/2015 [hoje] – (solstício de inverno)

Estacoes_21jun2015

Nessa data o Sol está nascendo na posição de máximo deslocamento aparente para o norte.

21/agosto/2015

Estacoes_21ago2015

Depois do solstício,o Sol volta a nascer cada vez mais perto do leste. deslocando-se para a direita.

23/setembro/2015 (equinócio de primavera)

Estacoes_23set2015

O Sol nasce novamente exatamente no ponto cardeal leste.

21/novembro/2015

Estacoes_21nov2015

Depois do equinócio de primavera, o nascer do Sol continua se deslocando para a direita (a rigor, para
o sul)

22/dezembro/2015 (solstício de verão)

Estacoes_22dez2015

Nessa data o Sol estará nascendo na posição de máximo deslocamento (para o sul) em relação ao ponto
cardeal leste. O Sol nasce bem mais para a ''direita'' do leste.

 

Note que, a partir do dia 20/março, equinócio de outono, o Sol foi nascendo cada vez mais para a esquerda do leste (a rigor, cada vez mais ao norte). No dia 21/junho, solstício de inverno, o Sol atingiu máximo afastamento norte em relação ao ponto cardeal leste. E nos próximos dias voltará a nascer cada vez mais perto do ponto cardeal leste, agora deslocando-se para a direita. O sol volta a nascer exatamente no ponto cardeal leste no dia 23/setembro, equinócio de primavera. E continua a se mover para a direita (a rigor para o sul). No dia 22/dezembro, solstício de verão, o Sol nasce no ponto de máximo afastamento à direita (a rigor para o sul) em relação ao ponto cardeal leste.

Deu para perceber que, ao longo do ano, com o passar dos dias, o nascer do Sol se desloca para a esquerda (ou norte) e depois para a direita (ou sul)? O Sol fica indo e voltando, num movimento periódico, em relação ao ponto cardeal leste. Em cada um dos dois solstícios o Sol literalmente ''para'', ou seja, inverte o sentido do seu movimento aparente em relação ao leste.

Portanto, hoje, solstício de inverno, é dia do Sol ''parar''. E, portanto, é o início oficial do inverno no hemisfério sul, como nos avisa o doodle do Google. No solstício de verão, em 22 de dezembro, novamente o Sol vai ''parar'' o seu movimento aparente em relação ao ponto cardeal leste. Será o início oficial do verão no hemisfério sul. E daí para frente o Sol voltará a ter o seu nascer se deslocando para a esquerda (ou norte). E tudo vai se repetir.

Não sei se você sabia. Mas a palavra solstício significa exatamente ''sol parado''. Agora que você entendeu o fenômeno do movimento aparente do nascer do Sol em relação ao ponto cardeal leste, faz todo o sentido. Concorda?

Não deixe de conferir o aplicativo  em flash que simula a posição do Sol nascente (ou poente) no horizonte para todos os disas do ano.

Estacoes_simulador_UNL

Print screen do aplicativo da Universidade Nebraska-Lincoln que simula o deslocamento aparente do Sol nascente (ou poente) ao longo do ano.

Você escolhe se quer simular o Sol nascendo (East/sunrise) ou se pondo (West/sunset). O movimento aparente do ponto do Sol nascente em relação ao ponto cardeal leste se repete do outro lado, em relação ao ponto cardeal oeste.

Esse aplicativo faz parte de uma coleção fantástica de aplicativos/simuladores em flash da página Astronomy Education at the University of Nebraska-Lincoln. Confira a coleção completa aqui.

Outro aplicativo, o ''Seasons and Ecliptic Simulator'', é bastante didático para entendermos melhor as estações do ano e o movimento aparente do Sol ao longo do ano. Fica a dica. Experimente-o também! Para não esticar demais o post, falo mais sobre ele noutra oportunidade, aprofundando o tema.

Bom inverno para você! Aproveite essa estação especial e tão diferente do resto do ano aqui no Brasil!