Física na Veia!

Volta ao mundo de carro

Prof. Dulcidio Braz Júnior

Bravo_40000km

 

Não faz muito tempo que meu carro completou 40000 km rodados. A foto acima, feita às 6h38min  de uma  manhã fria (temperatura ambiente de 11 ºC), enquanto eu subia a serra para lecionar em Poços de Caldas/MG, comprova a marca.

Antes que você estranhe e me pergunte por que razão fotografei o hodômetro do meu carro marcando exatamente 40000 km, explico.

A Terra, nosso planeta, é praticamente uma esfera com ligeiro achatamento polar e raio equatorial de aproximadamente 6371 km.

O comprimento de uma circunferência qualquer, inclusive a circunferência do Equador, pode ser calculado por

 

L_igual_2piR

onde r é o raio da circunferência e π o conhecido número pi.

No caso da Terra (veja imagem abaixo), r = 6371 km (valor aproximado).  E o número pi, bastante manjado, vale π =  3,14 (valor também aproximado).

Terra_raio

Faça as contas comigo: L = 2 x 3,14 x 6361 = 40000 km (aproximadamente).

A foto acima, mostrando o hodômetro do meu carro, é simbólica. É como se naquele momento em que meu carro completava 40000 km rodados eu estivesse dando uma volta completa no mundo! E de carro? Entendeu?

Na prática não tem como realizar essa façanha porque o Equador passa por regiões de terra firme mas também por áreas oceânicas onde um carro não pode trafegar. Mas é simbólico, concorda?

Eu sei que você vai dizer que isso é coisa de físico maluco? Mas que nada! Para fazer a foto, parei no acostamento, liguei o pisca alerta, e só então fiz o registro da imagem com o celular, com toda a segurança. Não sou tão maluco quanto possa parecer! Mas que fique claro: sou físico!


Já publicado no Física na Veia!